segunda-feira, 10 de outubro de 2016

oronlá

conta-se que oronlá, a rainha dos sons, era a mais linda de todas as orixás
e enlouquecia todos aqueles que a ouvissem
no canto dos pássaros, no esfregaço das folhas ou no silêncio das noites
quentes de verão

então obá, despeitada que era, uniu-se à iansã e ambas sopraram todos os ventos
reunindo 8816 asas de borboletas e, enlouquecidas de ciúmes, tramaram um lindo
vestido translúcido para presentear oronlá
com transparências

oronlá que era cega
e surda às intenções
vestiu-se com ele que se colou à sua pele para todo o sempre

desde então todos os orixás só podem ouvi-la
mas não conseguem ver suas belas formas
furtacores

nas festas do candomblé os orixás ouvem oronlá cantando
recebem seu axé
e sonham
nos braços de iansã
e obá


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário