sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

o rio me olha

o rio me olha
perdido

não sabe para onde
segue

não conhece mapas
hidrográficos
e cartilhas escolares

o rio me olha
assustado 
co'a força q'o arrasta

interroga meu saber
preciso
de ciência e engenha-
rias

ouso o silêncio

[ ]

não há resposta
fora
da língua muda
dos rios  
do grito
das enchurradas

o rio me olha
perdida
e segue  
o seu destino
de rio
           cego


.

Um comentário:

  1. oi geruza,
    como posso conseguir seu livro?
    http://www.corsario.art.br/revista.php/corsario/pagina/250
    abrs

    ResponderExcluir