sábado, 25 de abril de 2015

madrugada insana ou very important person

madrugada insana
dessa tua festa que entra no meu quarto
invade meu sono
                   o meu espaço da cama
acorda meus músculos
                   o lado direito do meu corpo
essa tua festa que eu não quero
                                 [e nem pedi pra]
                                  ouvir
que escorre pelos vãos mínimos da janela
que penetra todos os poros da parede
que viola os buracos do meu pensamento
essa tua festa feita de dentes
                                 e sorrisos vip's

essa tua festa ao lado
que acorda e me lembra que há festa
e mais uma vez eu não fui convidada


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário