sexta-feira, 6 de março de 2015

desejo

à venda, 
nas vitrines, a vida 
é mais furta-cor... 

só os meus olhos 
prisioneiros do aqui fora
onde as cores são sempre blue, ou cinza, ou caro


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário