quinta-feira, 13 de novembro de 2014

nexo

palpita o teu
nexo
espremido na ponta dos dedos

claustro de paredes escorrega
dias
de saliva

abro a boca e teu nexo treme
escorrega
novamen
te

palpito sobre o teu (nexo) tro
castes
castos
pés pelas mãos

palpite:
respira

relâmpagos


teu astro transborda o pluri
verso
de anéis e digitais siderais


.



Nenhum comentário:

Postar um comentário