quinta-feira, 17 de julho de 2014

colagens

carrego um polvo colado à boca
e nove tentáculos distraídos tentando meus dentes

estranho é o polvo sem gente
só flores carnívoras tapando ventosas
uma carreira delas, opiácias, atraindo os atraíveis

sedutor é o polvo que me tenta os dentes
disfarçado em procura e oferenda de mar
azul é o bocado de fome que me sacia a sede

tomo
o polvo que me finca os dentes

mas é a gengiva macia e banguela que os morde mais


.


Nenhum comentário:

Postar um comentário