quarta-feira, 11 de junho de 2014

semente

das frutas apetecia a semente
sonhava pitangueira retorcida
crescendo-lhe dentro

então trabalhava nos cabelos
um projeto labareda
que marcasse quem nem gado
a mão marmanja que tocasse
nos lábios, o gosto de ferida
partida temperando os beijos


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário