quarta-feira, 11 de junho de 2014

recado à porta

desculpa se não abro a porta
a quem me bate
ando ocupada carpindo uns de-dentro

tarde se faz o tempo
do plantio: chuvas benfazejas ame-a
                                                  çam
                                                      cair



.

Nenhum comentário:

Postar um comentário