terça-feira, 20 de maio de 2014

distorção

canecalon
boneca loira
vestido voal de glitter

presa dentro da bolha

na banheira de espuma
boiam distorções do feminino
corpo pequeno inflado nas partes
cílios postiços cortinando lentes lilases
lábios besuntados no vermelho chama acesa
em garras decoradas nas delicadas geometrias
sombras e ruges e colares sobre a pele de porcelana
fria

a água escorre sem manchar a tela
pintura decorativa arte rupestre no buraco fora do tempo

na unha lascada do dedinho do pé
guardada como relíquia dourada:
a fantasia impossível
de uma sexualidade


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário