sábado, 19 de abril de 2014

sensibilidades

e se eu pergunto o que te faz palpitar
tremer, emocionar
e responde:
o meu trabalho / minha promoção
o meu deus / meu hino no coração
o meu filho / o sonho do meu filho
o meu casamento / minha casa / meu gato
a vitória do meu partido / do meu sindicat's

e não diz: a vida
as cerdas de escova roçando a gengiva
o verso licoroso de uma canção popular
o dia desde cedo ou então a lua de ontem
bolo de chocolate com calda de chocolate
um e-mail / obrigada / bom-dia / um beijo
a morte materializando o tempo / um ovo
as listras de uma abelha / asas invisíveis
do beija-flor / um banho/ um bom banho
de mar
       de chuva
                  de chuveiro
                                 de língua

ah que decepção você seria

[geruza, por favor
não me decepcione mais]

e vá à merda
com suas sensibilidades institucionalizadas


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário