domingo, 13 de abril de 2014

objectualidades


claustrofóbico é o quarto
escuro dentro do claro
enigma de roupas suicidas
abandonadas à geometria
de cacos sobre o chão
não diz nada o criado-
mudo essa cama-muda
espelho-mudo a planta-
muda o tapete-
mudo a gaveta-
muda a janela-
muda o lençol-
mudo a porta-
muda o lustre-
mudo o bilhete-
mudo o criado-mudo
mudo o criado-mudo
mudo o criado-mudo
mundo-mudo criatura-
muda

muda a luz precipita
a mudez das coisas


o telefone fora-do-gancho
grita
seu desesperado silêncio


.




Nenhum comentário:

Postar um comentário