quarta-feira, 19 de março de 2014

sorriso

rosto riscado de boca
cicatriz de desespero

preso às bordas
o equívoco amargo de café

escorro pelo talho do teu peito
fenda incoagulável que todos os dias tenta estancar

quem
se não você
reconduzirá minhas lágrimas ao mar?


.
                   

Nenhum comentário:

Postar um comentário