sábado, 29 de março de 2014

o poeta não kria

a medicina criou a doença
a sociologia, a sociedade
a história criou as estórias
a vigilância criou o medo
a economia criou a fome
a religião criou o herege
a justiça criou a desigualdade
a publicidade, os desejos

agora espera-se que a máquina consiga dar um jeito nisso


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário