terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

expedição

as cavernas estão
habitadas demais
habituadas demais
iluminadas demais

multidão invade o túnel do metrô
corpos se comprimem
vagina invadida por picas anônimas
passantes zumbis
na porta do útero raso e infértil

escura
só a cova
fechada a sete p'almas

não as covas dos cadáveres exumados
etiquetados e embrulhados de presente
mas a única cova que ainda mete medo:

cavo
a guardiã futura
desse nosso segredo


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário