terça-feira, 28 de janeiro de 2014

dobradura

se o poema pudesse dobrar-se
sobre si mesmo
na altura da cintura e ler a análise
crítica
agarrada à sola de seus pés
certamente
balançaria a cabeça
engolindo o riso
desapontado

depois se levantaria de
novo
e só


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário