quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

descontroversos

às vezes tenho medo de você
às vezes te amo
às vezes queria um filho
as vezes não uso crase
às vezes me surpreendo
às vezes nunca
te entendo por completo
talvez nem mesmo parcial
mente
mas sempre te leio integral
mente
interessante
todos esses meus sentimentos teus descontro-
versos que você desperta
como pode alguém “colecionar suicídios”?
seriam alheios?
tentativas inacabadas?
só em seu pensamento?
suicídios é um termo
que não admite plural
abismo-me na noturnidade dos desvarios
e devaneios
de quantas você se faz
todas

estive pensando se um dia
te odiei por um milésimo de segundo
sério
acho que não
sei

talvez


[Cleberson Dias & Geruza Zelnys]


.

Um comentário:

  1. diálogos noturnos com meu queridíssimo amigo Cleb
    praticamente todo o texto é dele, eu apenas fiz uns ajustes e inclui umas sandices.

    ResponderExcluir