segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

anfíbia

delicada é a mão que me fura
três pequenos pontos
queimados de incenso
pequeno triângulo no ombro
esquerdo

sangue misturado à fumaça
ela deita a massa sobre a ferida
no murmúrio de rezas e orações

os fatos terminam aí

o que começa é um corpo
caleidoscópico
inexprimível em palavras


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário