terça-feira, 26 de novembro de 2013

sacrificial

sete argolas de ouro
revestem os chifres do deus
perdido no labirinto d'um sonho reincidente

sete argolas de ouro
separam o deus da porta
entreaberta ao túnel de acesso à câmara secreta

depois de uma
duas
depois de três
quatro
depois de cinco
seis
e depois de sete tempos sete argolas se despedem dos nós de ouro derretido na travessia

desnudo o deus
enfim Astérion entra:
                                  pronto para receber delicada guirlanda dourada
justa à cabeça


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário