segunda-feira, 4 de novembro de 2013

rio

ficou aí me olhando na margem esse tempo todo
toalhinha de piquenique xadrez, filtro solar, óculos de grau
duas gerações no meio das pernas
sonora sede escorrendo no canto seco da boca

velho babão
leão-marinho nojento

mergulha
e m'engula
de uma vez

ou eu te afogo
pra sempre


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário