domingo, 17 de novembro de 2013

pétalas

incauta,
pisei co'as pontas dos pés nus
pétalas de rosas
que encontrei espalhadas sobre o frio
piso do corredor

nenhuma palavra, nenhum grito, nem um ai
só o eco mudo
do silêncio agarrado às paredes


acamo-me
enrolada em lençóis
tomada de febre e dor

um solo
ainda tingido de vermelho

promessa de uma noite em clara agonia
chamando teu nome
e arrancando os espinhos profundos
que me plantastes


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário