quarta-feira, 13 de novembro de 2013

na garrafa

sufoca-me ter de gritar
para além das paredes de vidro
e dessa rolha entalada
na garganta

mas, se livre, como dizer
ao mar o amor
assim grande e infinito?

qual o tamanho
de um amor que pudesse
fazer crer o mar?


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário