terça-feira, 5 de novembro de 2013

matinal




hoje meu coração acordou
bem cedo

[antes mesmo do despertador]

eu ainda babava quando o senti

espreguiçar um resto de noite e tatear no escuro
as paredes puídas da garganta

saiu-me pela boca

assim e sem mais:
saiu de pijamas e chinelos havaianas

um coração abrindo os olhos da manhã

vis-a-vis com meu coração descabelado
e inchado de tanto dormir

então eu ri da cara dele
abri de novo a boca e mandei ele voltar

ele também riu
abriu a sua boca
bem maior e com muito mais dentes
veio pra cima
e me engoliu

agora tô aqui
batendo dentro dele

sem pressa de voltar

[sinto cheiro de café]


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário