quarta-feira, 20 de novembro de 2013

cerco

dança de salão
passos previstos
fecho previsível


e o enigma
do escorpião
se desfaz
no primeiro
recuo

desnuda-se a olhos nus
a fragilidade
camuflada sob armadura
carne branca
adornada das cicatrizes
feitas pela justa couraça
que a si mesmo se impôs

com medo do risco
o escorpião risca a pele
desvelando seu íntimo
segredo

nudez
infecunda
que só pode contar
com uma gota de veneno
ainda assim completamente inofensiva
ao escorpião que o encara


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário