terça-feira, 26 de novembro de 2013

artesanato

de quem é a mão
que envolveu minha vida na tua?
teus dias nos meus?
tua respiração somada à minha?

mão de mulher
certa mente
paciente pras dobras
cuidadosa c'os vincos
bordadeira
experiente na arte portuguesa de correr linha
treliça de verso sobre verso em linho
seda e algodão
poesia avessa
à superfície
ornato

de quem é a mão que nos fiou?
branco no branco
urdidura
      da mudez afiada
repousando
nas bainhas
do discurso


.


Nenhum comentário:

Postar um comentário