sábado, 19 de outubro de 2013

revoada

naquela noite
a mulher deitou-se em sua cama
e releu todos aqueles penosos poemas
                                               de amor

depois
abriu as pernas
fechou os olhos
e pode ver a revoada de um pássaro azul
despedindo-se
da enseada


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário