terça-feira, 15 de outubro de 2013

pós nuvens

pegue minha mão
agora
sinta
como está
molhada
suada

choveu-me
ainda há pouco
               muito
do que me escorre
e empoça pés são águas
veraneios & desvarios
espasmos líquidos
mares memoriais

toma-me
em sua boca
agora
sinta
como estou
vertendo chuva
               ácida


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário