quinta-feira, 26 de setembro de 2013

dos desatinos

haveria destino
mais desejável
às cartas de amor
que não o fogo?

todas as cartas
se são de amor
pro-vocam
       incêndios

somente destinotários
              ingênuos
tentam calar
a voz d'amor
com chama
       
        me chama
          me'ama


Gesto
desmedido
         e incontrolável
             de sobrevivência:

*atear fogo à fogueira*

ou simplesmente:
jogar o sapo n'água





[hahaha]

Nenhum comentário:

Postar um comentário