sexta-feira, 12 de julho de 2013

sim, apelo

cegos vêem
           com as mãos

seus gestos oscilam

no vazio

braços errantes
                      avançam
                                 se expõem
                                               se arriscam
inventam
         cautela
prevêem
         a queda

e caem
        uma
             duas
                   três
                       e mais
                               muito mais

cegos se levantam
nas mãos
      prótese ocular

pedido & gratidão
no mesmo gesto
aberto da p'alma
cujos dedos
         extensores
ora atraem
          ora repelem
                          o Destino
                             invisível

no espelho sem imagem
suspenso

cegos vêem à mão livre

.


Nenhum comentário:

Postar um comentário