segunda-feira, 15 de julho de 2013

reflexão

às vezes esbarro num poema que escrevi
e penso uau! que bonito isso
não porque é bom
não porque tem ritmo
não porque tem excelentes associações e malabarismos dignos de ostraniere
não! nada disso!

acho que só porque ele é fiel a mim
tão fiel ao que estava sendo quando escrevi que
me emociona

me apaixona

e não tem nada de mais
nada de intenso
só mesmo essa vidinha mais ou menos que eu levo

e que me faz sorrir
e chorar
e sorrir
e chorar
e sorri
e

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário