segunda-feira, 29 de julho de 2013

primeira vez

sabias que eram de ouro
as palavras que te disse?

que havia pingos de mel
para que melhor fluíssem?

e que também havia ouro
no olhar que buscou o teu?

ouro espalhado sobre a pele
que na tua pele se perdeu?

eu nunca tive ouro
nem prata, nem pedras

antes o ouro teve a mim
para fazer-se todo teu

.

2 comentários:

  1. Lindo....fez lembrar o neu primeiro e unico colo..tao bom quw foi....

    ResponderExcluir
  2. ahhhhhh... esse poema é tão especial... aconteceu uma coisa, mas vc nem veio mais aqui e eu nem pude te contar... uma coisa tão linda... toda preciosa... Ametrica me conta desse colo, o que é colo? pensei que sua historia era platonica, mas colo me parece algo bem íntimo... conta!!!

    ResponderExcluir