sexta-feira, 12 de julho de 2013

jantar

há uma mesa
adornada de flores
para te receber
dentro de mim

talheres de prata
guardanapos bordados
& porcelanas raras

há uma mesa
e cadeiras estofadas
luz de velas & garçons
servindo vinho
              os melhores
em taças de cristal

café fumegante
       para o final
música suave e
       profunda

tudo tão bonito

tão bonito...
mas eu não sei
como terminar o poema

verdade: to completamente
perdida e ainda nem
falei sobre o prato principal


.



Nenhum comentário:

Postar um comentário