quinta-feira, 4 de julho de 2013

humana fé

talvez não mereça
mas sei-sinto que
eu tenho lugar
      no teu abraço
e meus braços,
      no teu pescoço
e a minha voz,
      no teu sangue
e minha cabeça,
     no teu peito
e o meu rumor,
     na tua língua
e a minha falta,
     no teu excesso 

o que me dá
tanta certeza
é esse aroma
que me toma
negro & místico
de café

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário