terça-feira, 9 de julho de 2013

Fridas a Diego.


A realidade e a imagem

O arranha-céu sobe no ar puro lavado pela chuva
e desce refletido na poça de lama do pátio.
Entre a realidade e a imagem, no chão seco que as separa,
quatro pombas passeiam.

[Manuel Bandeira]

Nenhum comentário:

Postar um comentário