sábado, 13 de julho de 2013

escorpiões marinhos II

tuas águas nubladas
                 pelas minhas
mergulho tuas letras
                arraias irmãs
snorkel de lágrimas
                con-funde
espaços siderais
                investidos
voz venenosa
               de estrelas
mar cadente
               em chamas

pressa de morrer
           de sede

.

                

Nenhum comentário:

Postar um comentário