terça-feira, 2 de julho de 2013

dívida

à uma mulher
de peito
só as mãos seguras
do poeta


servem-lhe de sutiã


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário