domingo, 7 de julho de 2013

Arquiteto de mim



habito tua arquitextura
                poética
labirinto de esquinas
                inimitáveis

concreto armado
              andaimes
              vigas & treliças
 
jardim de espelhos
                em tudo me vejo
                sem poder
                me tocar
             
e por me des-
               encontrar
               assim
tão
               completa
               mente
               perdida

sinto q’estou
finalmente
             em Casa




[espero na grama
meu arquiteto: minotauromarinho
pra com ele me deitar]


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário