quinta-feira, 27 de junho de 2013

poema



o poema:
         aperto de mãos
         signo de nada
         dizer sem dito
         doação de si
convite à morada do ser


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário