domingo, 9 de junho de 2013

hera

a Voz que me vem
passa por tua garganta
e desemboca
nos teus dedos de terra

a Voz que me vem
usa teu corpo & tua mão
e me amarra ao chão

num trançado de heras

.


2 comentários:

  1. A força duma Hera, em contraponto com o que poderá ser o desalento dum "era".

    ResponderExcluir
  2. sim... ou do desalento de muitas eras... ai ai... o bom é que as palavras nos ajudam a transformar algo que praticamente se extinguiu em uma possibilidade de força... a escritura é uma espécie de magia neh...

    ResponderExcluir