terça-feira, 4 de junho de 2013

absoluta geometria



somos
sal & areia
indecantáveis.................................................................................................................
   deitados nus sobre a linha azulada e longa onde nem o vento venta no extremo horizonte


[discreto
o piano medita]


.

2 comentários:

  1. noite de sonhos, para mim.

    como eu sonho com uma geometria assim....

    tem que existir, nao pode ser apenas a poesia dum sonho.

    mais umas bonitas linhas de poesia.

    beijinhos para si.

    ResponderExcluir
  2. Ahhh tem que ter né Amétrica... tem sim...
    é que nem sempre a gente fica deitado no horizonte pra sempre... rs
    mas eu ando cansada viu... to bem querendo dar uma deitadinha... hahaha

    ResponderExcluir