quarta-feira, 29 de maio de 2013

porque pouco falei das pitangas

As pitangas que ficam no alto são mais lindas que as debaixo. Vinte centímetros mais e eu as alcançaria. As pitangas do alto com suas cores vibrantes, formas arredondadas, vincos bem marcados, leveza alada.

As pitangas de baixo são menos lindas que as de cima. Algumas são até feias quando comparadas àquelas. Facilmente à mão, reclamam apenas o esforço necessário. As pitangas de baixo com suas cores de pitanga, suas formas de pitanga, seus vincos de pitanga, sua leveza de pitanga.

As pitangas do alto eu contemplo. 
Às pitangas do alto dedico uma ideia.


As pitangas de baixo eu desfruto. 
Às pitangas de baixo dedico meus dedos, minha boca, minha língua, minha saliva e minha cama.


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário