sábado, 25 de maio de 2013

doce



a poça no fundo
do poço
esconde
água mansa
calmaria & quietude

nem o raro pescador
suspeita o segredo

escamosa
dourada
reluzente sereia
a mulher-peixe
descansa 
barbatana & guelra

e sonha
delicada isca

nada de anzol:

apenas um caramelo
esperança doce
em águas salgadas


.


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário