sexta-feira, 12 de abril de 2013

inquilina

às vezes me sinto
inquilina
num corpo estranho


com passagens secretas
que de tão secretas
não as encontro

com infinitas portas
todas trancadas
e sem chaves

e só na janela
me sinto segura
de sua cartografia espectral

às vezes me sinto
inquilina
neste corpo branco

cujo dono nunca
visitou


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário