sexta-feira, 29 de março de 2013

prece à rainha




pincéis de índio cor de laranja
tremoços azuis e lobélias roxas
dente-de-leão e cardamomos
copo-de-leite e taças de vinho
incendeiem o caminho da rainha

que desde muito alto
lambendo apenas as coisas da terra
vestindo sua verdura imponente
lustrosa e mexicana
derrama-se a Samambaia do outono

amantíssima de Frida Kahlo
antiqüíssima mãe de todas as plantas
eternidade arborescente de Oaxaca

abençoa, rainha, a Floresta com
seu escandaloso recato
suas frondes luxuriantes
seus múltiplos corações & búzios

abençoa-nos com sua misteriosa magia
e seu segredo criptogâmico


da invisibilidade


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário