quarta-feira, 20 de março de 2013

antes de dormir



e que o hoje não termine
antes de dividir contigo um segredo
de ontem

estivestes comigo em minha cama
no meio da minha noite
muito próximo ao meu corpo
tua presença afundando lençóis

exatamente no momento
em que teu cansaço anoiteceu

não me virei
não olhei
nem me mexi

(fiquei no silêncio
de um sorriso infinito
como esse mesmo de agora)

deixei-nos lá apenas
enquanto noturnos
sonhávamos


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário